FunBEA e Mato Grosso juntos em iniciativa para fortalecer o financiamento de projetos socioambientais no Estado

Com a proposta de construir um desenho inovador para  o financiamento da política Estadual de Educação Ambiental no estado do Mato Grosso, o FunBEA – Fundo Brasileiro de Educação Ambiental e a SEMA – Secretaria de Meio Ambiente de Mato Grosso, iniciam parceria para a criação de um fundo socioambiental no estado.

O objetivo  é identificar as fontes de entrada de recursos, bem como as regras e procedimentos para acesso e distribuição para projetos socioambientais de  instituições públicas e privadas com atuação nos municípios, Unidades de Conservação, Bacias Hidrográficas. 

A parceria está sendo construída com a participação da CIEA – Comissão Interestadual de Educação Ambiental do Estado, composta por representantes de diferentes segmentos. Nos encontros estão sendo realizados levantamentos preliminares para traçar um diagnóstico de possíveis recursos disponíveis e a realização de articulações com potenciais parceiros financiadores, bem como para se levantar as demandas e realidade de aporte de recursos para a educação ambiental no estado.

Os  141 municípios do estado, estão sendo pesquisados e envolvidos no levantamento dos dados primários. Semíramis Biasoli, secretária geral do FunBEA aponta que este tipo de ação é pioneira no Brasil e tem excelentes perspectivas de fortalecimento da Educação Ambiental em todo o estado: “Estamos  com boas perspectivas em um momento de extrema fragilidade  da política ambiental no País e do agravamento da crise climática”. 

Curso Educação Ambiental e o Universo do  Financiamento

Ampliando a parceria para potencializar  o financiamento de projetos no território e fortalecer as organizações que atuam com EA em Mato Grosso, o trabalho inclui processo formativo por meio do Curso de Formação em Educação Ambiental e o Universo do Financiamento.

O curso iniciou em agosto e vai até novembro, e tem uma proposta EAD  com tutoria. 

São seis encontros síncronos que acontecem quinzenalmente e um encontro de encerramento. O programa traz conteúdos sobre a Educação Ambiental e a atual conjuntura , indicadores de políticas públicas de educação ambiental e o universo do financiamento de projetos socioambientais no Estado. Os 70 participantes do curso, representam as diferentes regiões e territórios e os distintos segmentos do estado. 

A aula inaugural contou com a presença da presidenta do FunBEA, Isabel Carvalho. “A organização de mecanismos financeiros para a Educação Ambiental é uma lacuna grande nos estados brasileiros, por isso é importante esta inovação proposta pelo governo e outros atores sociais do Mato Grosso. A partir do momento que um governo se propõe a estruturar este mecanismo, ele dá um passo muito importante para que outros estados e municípios ampliem as estratégias de financiamento da EA e projetos socioambientais”, ressalta Isabel.

Pioneirismo no Estado

“Estamos otimistas com o pioneirismo e o protagonismo do Estado de Mato Grosso que de maneira democrática e participativa busca a construção de um instrumento estruturante para o financiamento da educação ambiental como uma proposta organizada dentro da política estadual de educação ambiental” declara Vânia Marcia Montalvão Guedes Cézar, superintendente de EA da Secretaria Estadual de Meio Ambiente.

Acompanhe Nossas Mídias Sociais 

Inscreva-se para Receber Nossos Informativos

Deixe um Comentário