A Oficina Nordeste ocorreu de 25 a 27 de março na sede do Instituto Baleia Jubarte, na Praia do Forte, situada no município de Mata de São João, na Bahia. Foram inscritas 63 pessoas, provenientes de sete dos nove estados nordestinos, incluindo educadores ambientais de aproximadamente 20 municípios baianos.

Um dos principais destaques da Oficina Nordeste foi o forte envolvimento do governo baiano na atividade, liderado pela Diretoria de Educação Ambiental da Secretaria do Meio Ambiente (SEMA). Os formadores da SEMA que estiveram na oficina ficaram responsáveis de compartilhar o conhecimento adquirido sobre a Plataforma MonitoraEA com educadores e gestores municipais e estaduais de órgãos integrantes do Sistema Estadual do Meio Ambiente (SISEMA).
“É uma vitória para a Bahia, em especial para a Diretoria de Educação Ambiental da SEMA, termos conseguido sediar a etapa Nordeste dessa formação, facilitando uma maior presença de representantes municipais, da sociedade civil e de gestores públicos, além de dar ao estado papel de destaque na articulação em torno da Educação Ambiental tão necessária nos dias atuais”, disse Simone Araújo, diretora da SEMA. Segundo ela, os formadores da Sema que participaram do curso serão responsáveis por multiplicar os conhecimentos entre gestores municipais e estaduais, técnicos do SISEMA, como as Unidades Regionais do INEMA e as Unidades de Conservação, comitês de bacias e demais coletivos órgãos colegiados.