Comemoração dos 10 anos do FunBEA marca resistência da Educação Ambiental no Brasil

O cientista Antonio Nobre, do INPE,  Átila Roque, da Ford Foundation e Ailton Krenak são algumas das  personalidades presentes na semana do dia 5 à 9 de abril 

Entre 5 e 9 de abril  o FunBEA – Fundo Brasileiro de Educação Ambiental vai comemorar seus dez anos de “existência e resistência” na luta por uma Educação Ambiental enraizada  em todo o território nacional. Para celebrar, o Fundo promove  programação online durante toda a semana, com mesas de diálogos das 16 às 18 horas, via Youtube  e Facebook, e rodas de conversa das 19h30 às 20h30 horas, via Instagram.

O evento acontece em um momento em que as políticas públicas ambientais como um todo – e de educação ambiental de maneira mais profunda – têm sido desestruturadas pelo governo federal. O seminário simboliza a articulação das redes e coletivos de educação ambiental brasileiros para fazer frente a esse desmonte e encontrar estratégias e parceiros para seguir na luta por outros mundos possíveis. 

 A abertura do Seminário terá a exibição do documentário “Sobre Água”, que mostra depoimentos de moradores sobre a ocupação, a necessidade de moradia e o cotidiano do acesso à água nas palafitas do Caminho da União, uma das maiores favelas do Brasil, na cidade de Santos. A exibição marca o lançamento da campanha de financiamento coletivo “Ativismo e saneamento básico: enfrentando as desigualdades na comunidade da Vila Gilda/Santos SP”, organizada pelo FunBEA .

A semana tem como objetivo mostrar diferentes universos que envolvem a Política Nacional de Educação Ambiental e o quanto ela se mostra emancipadora e atual para o enfrentamento das problemáticas socioambientais. Para isso, irá mostrar experiências de lutas de importantes lideranças da área, como o cientista Antonio Nobre, do INPE,  Átila Roque, da Ford Foundation, Ailton Krenak, a professora Eda Tassara  e a cineasta Eliane Caffé.

Para Isabel Carvalho, presidente do FunBEA, este evento reúne parcerias importantes e mostra a rede de diálogo com movimentos socioambientais, outros fundos filantrópicos e lideranças culturais que o FunBEA articula em suas ações. “Nestes 10 anos de existência e resistência  conseguimos apoiar ações e projetos ambientais, contribuindo para empoderar e tornar mais sustentável a vida de muitas pessoas e grupos sociais no Brasil”, declara.

Para além da prática política educadora ambientalista, o Seminário vai abordar o empoderamento de redes, coletivos, educadores e organizações sociais com temas que perpassam pelo universo do financiamento, captação e gestão de recursos.  Isso tudo a partir da perspectiva de 10 anos de construção deste importante fundo público não estatal. Haverá ainda um momento dedicado à Amazônia e ao debate sobre o desafio do financiamento de políticas públicas de EA para o bioma.

Na esfera pública e de coletivos acontecerão, durante o Seminário, os Encontros das CIEAS – Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental de todo o Brasil. O tema será “CIEAS e o financiamento da EA – Onde estão os recursos?”.  As CIEAs são comissões responsáveis pela coordenação de atividades de Educação Ambiental nos Estados. Além destes coletivos, a REBEA- Rede Brasileira de Educação Ambiental também estará reunida para falar sobre financiamento de EA e a importância das Redes.

Nas rodas de conversa, que acontecerão sempre às 19 horas, teremos: exibição do filme/documentário Sobre Água,  que mostra a situação crítica do saneamento básico em uma das maiores favelas do estado de São Paulo, localizada em Santos;  live no Instagram com  a juventude da Fridays For Future, responsável pelo evento GREVE GERAL DO CLIMA no Brasil; um encontro  entre arte, cultura e educação ambiental e a live com a Rede Filantropia de Justiça Social. 

Para Marcos Sorrentino, vice-presidente do FunBEA , cada uma dessas pessoas  dará a sua parte de energia para celebrar os 10 anos de história do FunBEA. “São pessoas com compromissos humanistas, libertários e espiritualistas profundos. Pessoas com disposição de continuar, perseguir e persistir neste enraizamento em todo o país, com processos educadores ambientalistas”, finaliza.

Acesse aqui a PROGRAMAÇÃO COMPLETA 

Inscrições gratuitas, acesse aqui!

 

Inscreva-se em nossa newsletter

https://www.funbea.org.br/#informativos

 

Para falar conosco

[email protected]

www.funbea.org.br

 

Acompanhe nossas redes sociais

Instagram https://www.instagram.com/fundobrasileiroea/

Facebook https://www.facebook.com/funbeabrasil/

Youtube https://www.youtube.com/channel/UCu5JGsQruFdC238S21a2Uug

2 Comments

  1. RENATO DO SOCORRO DA SILVA LOURENÇO 27 de março de 2021 at 16:48 - Reply

    Boa tarde!! Sou professor Renato do Socorro da Silva Lourenço, trabalho com a disciplina geografia na escola Marcílio dias, na cidade de Gurupá-pá. E trabalho também no departamento de educação ambiental da secretaria Municipal de Meio Ambiente do Município de Gurupá, estado do Pará. Visualizei o material é as informações da funbea, e fiquei muito interessado em participar pois irá contribuir comigo na minha formação é aprimorar meus trabalhos.

    • Karina Kempter 29 de março de 2021 at 12:33 - Reply

      Seja muito bem-vindo Renato! Fique de olho na programação completa do Seminário, tem muita coisa boa! Esperamos você!

Deixe um Comentário