Maresias, a praia mais badalada do Litoral Norte pode acabar!

Esta é a mensagem que a Campanha realizada pelos moradores do Litoral Norte de SP traz no vídeo #saneamentojá

O trabalho partiu de um grupo de moradores da região de Maresias, no curso de formação “Educação Ambiental e Recursos Hídricos”, realizado pelo FunBEA e Comitê de Bacias Hidrográficas do Litoral Norte. A partir de uma pesquisa de percepção socioambiental, eles descobriram o descontentamento da população que reside no bairro sobre a situação ambiental.

Dos entrevistados, 36% consideram a qualidade dos rios que deságuam na praia, a mais badalada do litoral paulista, como péssima. Dos 137 entrevistados, 121 consideram que a principal causa é o esgoto doméstico. A pesquisa também mostrou a preocupação com resíduos sólidos, qualidade ambiental entre outros temas.

Provocados pelo diagnóstico moradores e FunBEA resolveram criar a CAMPANHA #saneamentojá com o objetivo de mobilizar sociedade e instituições envolvidas na gestão dos recursos hídricos da região, trazendo na mensagem um apelo: que a praia deixará de ser um santuário do surf pra se tornar um esgoto a céu aberto. Vale ressaltar que Maresias, é o destino de 35% dos turistas que visitam São Sebastião, litoral norte de São Paulo. Praia badalada com sua noite incomparável, ótimos restaurantes, hotéis charmosos e cheia de surfistas ávidos por dropar suas famosas ondas.

Dados do comitê de bacias do Litoral Norte (Plano de Bacias 2016-2019) apontam uma situação extremamente crítica, onde os esgotos sanitários representam a principal fonte de poluição dos recursos hídricos, evidenciando que historicamente os investimentos se mantiveram aquém da necessidade. Os rios que entremeiam as manchas urbanas são os mais prejudicados, afetando a saúde pública e o potencial turístico.

Dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), que consideram apenas a polução residente demonstram que o litoral norte apresenta o menor percentual de esgotos domésticos do Estado (57%), estando bem abaixo da média que é e 80%. A Prefeitura de São Sebastião em outubro de 2018 renovou o contrato com a Sabesp por meio da Lei Complementar 232/2018, o documento também propõe a criação de um Fundo Municipal de Saneamento Ambiental e de Infraestrutura visando regularizar assentamentos precários, limpeza e canalização de córregos; drenagem e contenção de encostas; entre outras ações.

EDUCAÇÃO AMBIENTAL TRANSFORMA!

Nestes dois últimos anos (2018-2019) o FunBEA vem atuando no fortalecimento da participação social e gestão compartilhada das águas, dentro do recorte territorial das bacias hidrográficas do litoral de São Paulo desenvolvendo processos educadores ambientalistas e estruturando as ações de educação ambiental e comunicação na gestão dos comitês de bacias hidrográficas desta região. Na prática, tem mobilizado a sociedade com diversidade de faixa etárias, promovendo uma educação ambiental que favoreça o pensar e o atuar na formação do “Ser” Político. No “Ser” que receba e construa o conhecimento, se fortaleça e interceda no espaço político dos comitês.

CAMPANHA #saneamentojá

Como seus hábitos influenciam o meio ambiente?
Você repensa o seu consumo diariamente?
Você participa de movimentos e colegiados?
Conhece e participa do Comitê de Bacias Hidrográficas da sua região?
A EDUCAÇÃO AMBIENTAL TRANSFORMA!
Você está disposto a participar da solução?

#saneamentojá
#EducaçãoAmbientalparatodos
#FunBEA

One Comment

  1. ione bruhn gutierres 1 de fevereiro de 2020 at 20:31 - Reply

    Muito importante essas propostas para trazer resultados concretos com relação a melhoria da qualidade e quantidade da água dos nossos rios e córregos

Deixe um Comentário