Água como bem comum – O que estamos fazendo?

A partir desta reflexão, FunBEA reúne representantes do Governo Federal, Estadual e Comitê de Bacias, para dialogar sobre a gestão das águas no Litoral Norte, com o lançamento da capacitação “Cuidadores de Água” na região. O processo será EAD, em parceria com a UFSCAR.

Espaço de importante decisão colegiada sobre a gestão das águas, os comitês de bacias ainda não encontram na sociedade a popularização das suas ações enquanto gestores das águas doces, salobras e salinas de suas respectivas regiões. No litoral norte, ele faz a gestão de 34 bacias hidrográficas que envolvem os 4 municípios (Ubatuba, Caraguatatuba, Ilhabela e São Sebastião) e para provocar o diálogo a partir de diferentes olhares,  o FunBEA em parceria com o Comitê de Bacias do Litoral Norte realiza a live Água como Bem Comum – O que estamos fazendo? Dia 8, quarta feira,às 10 horas, pelas redes sociais das instituições Facebook.com/cbhln e Youtube FunBEA.

Segundo Pedro Rego, mediador do encontro e vice-presidente do CBH-LN a live será um momento importante para empoderar a sociedade com informações das questões da água do litoral norte e também sobre o Comitê. “No Comitê, esferas estadual, municipal e sociedade civil tem a oportunidade de atuar com a gestão dos recursos hídricos”.

Os desafios da situação do saneamento no litoral norte são grandes: segundo dados do Comitê de Bacias, o litoral norte apresenta o menor percentual de coleta de esgotos domésticos no Estado de São Paulo. “Temos grandes problemas na área de saneamento que afetam a qualidade de vida, e dentro desse foco temos conquistas importantes do Comitê, como os planos de bacias (responsáveis pelas diretrizes de ação sobre a água) fóruns de educação ambiental regional e acompanhamento dos impactos na bacia relacionados a grandes empreendimentos na região”, esclarece Denise Formaggia, coordenadora da Câmara Técnica de Saneamento do Comitê.

A ANA – Agência Nacional de Águas, órgão responsável pela execução da Política Nacional de Recursos Hídricos, estará presente e fará uma abordagem sobre as capacitações que realiza desde 2003 para a melhor democratização e descentralização das ações da Política Nacional. “Procuramos propiciar a participação dos diversos setores da sociedade na gestão da água, vamos falar desse processo desde 2003, dos impactos que já observamos na gestão e dos desafios que temos hoje”, declara Luis Gustavo Miranda Mello, especialista em gestão dos recursos hídricos da ANA.

Pela Secretaria de Infra Estrutura Meio Ambiente do Estado de São Paulo – SIMA,  a live terá a presença de Iara Giacomini, diretora do Departamento de Planejamento e Gestão da Coordenadoria de Recursos Hídricos. Iara aponta a complexidade na gestão das águas. “É elemento vital, renovável e fungível, também possui características de bem público, privado e de uso comum”.

Cuidadores das Águas: Educação Ambiental e Gestão dos Recursos Hídricos no Litoral Norte de São Paulo

Em parceria com a Universidade Federal de São Carlos – UFScar, a formação será gratuita, com 40 horas EAD e 20 horas de tempo comunidade. O curso tem início em 13 de agosto e as inscrições estão abertas a partir de 8 de julho. Serão disponibilizadas 90 vagas. O objetivo é ampliar o conhecimento da missão e ações, fomentando a participação da sociedade junto ao comitê, por meio da comunicação social e educação ambiental. O público alvo são os membros e participantes das câmaras técnicas do CBH-LN, gestores das prefeituras e órgãos públicos, educadores da rede de ensino, lideranças locais, representantes de instituições, associações e movimentos socioambientais do litoral norte.

INFORMAÇÕES: [email protected]

Leave A Comment